148 Visualizações

Quarta Corrida da Justiça promove integração entre atletas, servidores e comunidade nas ruas da Capital

4ª Corrida da Justiça

22/10/2019 10:21 Por: Gabriela ValenÇa

Há quatro anos, a Corrida da Justiça faz parte do calendário esportivo do Estado e na noite do último sábado (19/10) mais de mil competidores, entre servidores do Sistema Judiciário e comunidade, disputaram uma colocação no pódio, que teve no topo Vagno Silva do Carmo e Osvaldo Ferreira Filho, respectivamente, nas provas de 10 e 5 quilômetros, na classificação geral. No feminino, brilharam a estrela de Marizete da Veiga Medeiros e Vanessa de Oliveira Silva, campeãs nas mesmas provas, respectivamente.
Na categoria público interno, as mulheres do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO) dominaram o lugar mais alto do pódio. Nos 10 quilômetros, vitória de Irinalva Souza Bezerra, com Kellen Stakoviak em terceiro lugar. Já nos 5 quilômetros, Ruth Ribeiro Martins cruzou a linha de chegada em primeiro, com Celma Barbosa Pereira em terceiro lugar. 

Na prova de 5 quilômetros masculina (público interno), o TJTO também foi ao topo do pódio com João Carlos Resplandes Mota,  servidor da Comarca de Gurupi, que venceu pela quarta vez consecutiva a Corrida da Justiça. Já na prova de 10 quilômetros, com vitória de Georges Oliva de Oliveira, o juiz Luís Otávio de Queiroz Fraz (JTO/Asmeto) alcançou a 17ª colocação.

O presidente do TJTO, desembargador Helvécio Maia, foi conferir de perto e desejar sorte ao competidores. "Nosso objetivo é incentivar os servidores a praticar esporte e com isso melhorar a qualidade de vida, é importante que o Tribunal e os demais parceiros promovam esse tipo de atividade, que integra o Poder Judiciário e a comunidade", ressaltou.

Servidor da Comarca de Gurupi, João Resplandes levou a primeira colocação entre os servidores do TJTO em todas as edições da corrida.  "Há 17 anos, eu sou corredor de rua e, como eu trabalho com réus presos, é um trabalho bem puxado e requer bastante atenção, por isso eu encontrei no esporte uma forma de acabar com a ansiedade, dormir melhor e ter mais qualidade de vida", revelou.

A advogada Agda Bezerra também participou da prova ao lado do marido. A família ia se revezando pra segurar o bebê de colo durante o trajeto. "Incentivar o esporte tem que ser desde pequenino e não tem idade. Toda pessoa pode começar a correr a qualquer momento", ressaltou.

"Eu estou muito feliz em concluir a prova porque eu encontrei na corrida uma forma de vencer a depressão", afirmou a também servidora do TJTO Delciane Sousa.

Rede Esportiva

A quarta edição da Corrida da Justiça foi uma realização do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO), Tribunal Regional Eleitoral (TRE-TO), Ministério Público Estadual e Federal (MPE e MPF), Defensoria Pública do Tocantins (DPE-TO) e Justiça Federal.

Na última quarta-feira (16/10), o TJTO propôs aos parceiros a criação da Rede Esportiva da Justiça, já vislumbrando, entre outros eventos de maior alcance, a realização da Corrida Nacional da Justiça.

Resultado

Confira aqui a colocação dos competidores.



Contato

Se precisar, entre em contato.

Tribunal de Justiça do Tocantins
Edifício Amaro Empresarial
Anexo I - 6º Andar
Quadra 103 Norte, Rua NO 11 com Av. NS 01 Lote 02
Plano Diretor Norte
Palmas, TO 77.001-036
Tel: (63) 3218-4422 / 3218-4423

© 2020 Diretoria de Gestão de Pessoas - DIGEP
Versão do Sistema